A casa de shows trabalha com excessivo volume de som e que é substancialmente potencializado pela ação dos ventos e da água. 

 

Em plena noite de domingo, madrugada de segunda-feira, quando a maioria da população ordeira  procura descansar para enfrentar a semana que vem pela frente, a Ilha dos Aquários faz festa dirigida aos turistas, emitindo sons nas alturas, em elevadíssimos decibéis,  que são potencializados pelas águas – eis que a água é uma dos maiores transmissoras e potencializadoras de sons – e que acabam por infernizar a vida de boa parte da população pacata e trabalhadora de Porto Seguro.

Foi assim na noite passada e assim tem sido praticamente todas as noites dos domingos e madrugadas das segundas. Não é a primeira vez que acontece. Um verdadeiro absurdo e aberração. Uma verdadeira falta de respeito para com a população. Coitado de quem mora próximo às margens do rio.

Até mesmo na Marina Buranhém, praticamente o último condomínio residencial da cidade e o ponto mais distante da ilha na sede, foi praticamente impossível dormir na noite passada, conforme podem atestar vários moradores, uma vez que, a depender dos ventos,  a sensação auditiva que se tem  é como se a casa de shows ficasse a menos de 200 metros do condomínio. Um horror!

Hora do Ministério Público e da  Secretaria Municipal do Meio Ambiente tomarem  providências urgentes. Continuar do jeito quer está é que não pode.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

TPL_tt_MAIN_PAGE TPL_tt_CONTACTS TPL_tt_SEARCH