Levantamento do Datafolha aponta que 54% dos brasileiros defendem a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e 89%, a continuidade da denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer (PMDB), por organização criminosa e obstrução de Justiça.
No caso de Lula, 40% dos entrevistados afirmam que não há motivos para a prisão do petista; 5% não opinaram. Já em relação à Temer, apenas 7% são contrários ao prosseguimento da denúncia, que resultaria no afastamento do presidente por até seis meses para dar andamento.

A pesquisa ouviu 2.772 pessoas em 194 cidades, nos dias 27 e 28 de setembro. A margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A consulta também apurou a perspectiva diante da Operação Lava Jato: 44% acreditam que a corrupção irá diminuir, mesma porcentagem dos que avaliam que continuará na mesma proporção.

Há ainda 9% que acham que os atos criminosos vão aumentar nos próximos anos.
Ainda sobre a corrupção, 62% consideram que ela prejudica mais o país do que a incompetência dos gestores. Questionados sobre a ideia de que "a corrupção é inaceitável em qualquer circunstância", 80% dos entrevistados concordam. Neste sentido, 74% se posicionaram contra a afirmação de que "se um governante administra bem o país, não importa se ele é corrupto ou não".

 

Por Bahia Notícias

TPL_tt_MAIN_PAGE TPL_tt_CONTACTS TPL_tt_SEARCH