Uanderson Machado foi condenado a 22 anos e três meses


Os dois homens acusados de um crime que chocou a comunidade da região foram a júri popular na quarta-feira (27), no fórum de Porto Seguro.

Segundo concluiu o inquérito policial, Uanderson Machado dos Santos e Caíque Raicá Ramos, ambos de 20 anos, torturam e mataram o garçom Mateus Silva da Costa, então com 19 anos.

Após o assassinato, em dezembro de 2014, apontam as investigações, eles ainda cortaram a cabeça do jovem e a jogaram no meio de uma rua no bairro Campinho.
Já era noite quando o juiz Marcelo Strogenski, titular da 1ª Vara Crime do município, anunciou a sentença.

Uanderson Machado, que já estava preso desde abril de 2015, foi condenado a 22 anos e três meses de prisão por assassinato e ocultação de cadáver.

Júri foi realizado no fórum do Porto Seguro na quarta-feira
Caíque Raicá foi absolvido do crime de homicídio, mas condenado há um ano e três meses por ocultação de cadáver. Ele confessou que descartou a cabeça da vítima em via pública. Como já cumpriu a pena - ele estava preso desde janeiro de 2015 -, vai ficar livre da cadeia.

O promotor Bruno Gontijo afirmou ao RADAR 64 que vai recorrer da absolvição de Caíque. “Acredito que o processo tem elementos que comprovam a participação dele também no homicídio", disse.

Caíque Raicá foi absolvido do crime de homicídio, mas condenado por ocultação de cadáver
Segundo o promotor, o garçom, que não tinha nenhum envolvimento com a criminalidade, foi assassinado pelo simples fato de morar no bairro Casa Novas e ter amigos no Campinho. Nos dois bairros há duas facções rivais.

“Foi um homicídio triplamente qualificado, pelo fato do crime ter tido motivação torpe, cometido de forma cruel, sem chance de defesa”, acusou o promotor.

Já a defensora Pública Tatiana Câmara, que atuou na defesa de Caíque e Uanderson, alegou que eles foram condenados mesmo com falta de provas. “Vou recorrer da condenação Uanderson, uma vez que a pena foi muito alta", afirmou a advogada.

O restante do corpo do garçom foi encontrado um mês depois, já em avançado estado de decomposição, no bairro Tabaripi.

 

Por Radar64

TPL_tt_MAIN_PAGE TPL_tt_CONTACTS TPL_tt_SEARCH