Segundo a polícia, ele atuava como agiota e havia desaparecido no sábado

Corpo estava enrolado em lona plástica perto da Agrovila; Colombiano desapareceu no começo da noite de sábado

O corpo do colombiano Alejandro Granada Cerón - idade ainda não confirmada, foi encontrado enrolado em uma lona plástica, na tarde de segunda-feira (18), na estrada da Agrovila, zona rural do município de Porto Seguro. A polícia foi acionada por um trabalhador rural, que passava pelo local e viu um corpo em um barranco, entre a vegetação, parcialmente queimado.

Para os investigadores, o estrangeiro foi morto em outro local. Em seguida, os assassinos colocaram o corpo em uma lona e desovaram naquela região.

A esposa e um amigo de Alejandro, que também são colombianos, fizeram o reconhecimento do corpo. Segundo a mulher, o estrangeiro saiu de casa, no bairro Mirante, por volta das 18h do último sábado (16), dizendo que iria a um mercadinho comprar carne. Desde então, ele não foi mais visto.
Perto do corpo, a perícia encontrou pedaços de carne bovina e de frango, produtos que, provavelmente, ele havia comprado para levar para casa.

Alejandro saiu de casa, no bairro Mirante, no começo da noite de sábado, para comprar carne
A moto que era utilizada por Alejandro, uma CG 125, placa OZE-7410, ainda não foi encontrada. A polícia instaurou um procedimento criminal para apurar o crime.

Um policial informou que o colombiano estava na cidade já há algum tempo, onde atuava como agiota - emprestando dinheiro a juros extorsivos. O Instituto Médico Legal ainda não informou a causa da morte.

OUTRO CASO - Foi o segundo colombiano assassinado em Porto Seguro. Há menos de um ano, Jaime Andres Cardona, de 28 anos, foi encontrado morto às margens do Rio Buranhém, perto da Tarifa dos Pescadores.

Na ocasião, as investigações apontaram que ele também atuava como agiota. Nenhum suspeito foi preso.

 

Por Radar64

TPL_tt_MAIN_PAGE TPL_tt_CONTACTS TPL_tt_SEARCH