Família diz que garoto saiu para comprar geladinho perto de casa

Rian teria saído da casa dos pais e ido até o bar do avô, que fica perto, pedir dinheiro pra comprar geladinho

BELMONTE - A polícia de Belmonte vai abrir um inquérito para apurar a morte de Rian Souza Ferreira, de dois anos e sete meses. A criança foi encontrada morta no Rio Jequitinhonha, no bairro Biela, na tarde deste domingo (17).

Segundo a polícia apurou junto a familiares, Rian foi sozinho da casa dos pais até o bar do avô, que fica bem perto, pedir dinheiro para comprar um geladinho. Ainda de acordo com a informação, o avô deu o dinheiro e acompanhou o neto até uma casa ao lado do bar onde é vendido o geladinho.

O avô contou que deixou Rian no local e voltou para o bar. Somente depois de uma hora, os pais - que estavam em casa -, sentiram a falta do filho. Começou, então, uma procura pelas ruas da localidade. Pouco tempo depois, pescadores encontraram o corpo de Rian boiando no rio. O menino ainda foi levado ao hospital municipal, mas já estava morto.
Conforme alguns moradores da localidade, Rian foi visto brincando em um campinho de futebol às margens do rio. A polícia supõe que, após comprar o geladinho, ele caminhou por cerca de 300 metros até o campo e, em seguida, se aproximou da água, onde acabou se afogando.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Porto Seguro. O exame de autópsia pode confirmar se a causa da morte foi afogamento ou se houve algum tipo de violência.

Os pais, o avô e os pescadores que localizaram o corpo vão ser intimados para depor. Rian era filho único. Velório e enterro estão previstos para esta segunda-feira (18), quando o corpo deve ser liberado.

 

Por Radar64.com.br

TPL_tt_MAIN_PAGE TPL_tt_CONTACTS TPL_tt_SEARCH