Raquel Pitta, esposa de Lúcio Funaro, confirmou em depoimento à Polícia Federal, dado na última sexta-feira (07), que recebeu ligações telefônicas do ex-ministro Geddel Vieira Lima, que está preso desde a semana retrasada. Nas ligações, Raquel contou que foi pressionada por Geddel.

A suposta pressão seria evitar que Funaro fechasse acordo de delação premiada, como argumentou o juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, para autorizar a prisão do peemedebista. O juiz, além de solicitar o depoimento de Raquel após a audiência em que manteve Geddel preso, também autorizou que a Polícia Federal faça uma perícia no aparelho celular no qual ela recebeu ligação de Geddel.

Vale lembrar que no depoimento, o ex-ministro negou que tenha pressionado a mulher de Funaro. “Em nenhum instante, impossível alguém demonstrar. Em nenhuma circunstância”, disse Geddel.

 

Fonte: Varela Notícias

TPL_tt_MAIN_PAGE TPL_tt_CONTACTS TPL_tt_SEARCH